terça-feira, 26 de abril de 2011

Você se gosta como é? / Fotos...

Bom diaaaaa Flores do meu diaaaaa!
O que me conta, nem uma ponta?


Estou mega,híper e ultra feliz,
Chego em casa e mamãe diz:
Chegou para você! e tchanram.....



Livro: A Beleza está nos olhos de quem vê, acompanhado de uma bela cartinha!
Puts chorei a beça, sem controle,eu já sabia que ia chegar, mas quando vi de fato, nossa foi incrível, minha mãe não entendeu nada, me perguntou o que era...
Respondi:
Manhê é especial, e chorei mais, e mais.....Mãe veio do interior, veio da minha amiga Carla, uma amiga que conheci no blog.......
Dá para acreditar? e há quem diga que amizade virtual não exista, há quem diga que é balela, eu já disse isso no post de 24/03, que considero vcs demais, claro mais afinidade com uma, mais divergências com outras, mas isso existe em todo lugar né....
CARLA não sei como agradecer, estou emocionada até agora, esse livro caiu como uma luva, num momento mais que necessário e especial, vc é tudão, minha TCHU linda!
Adoro você, depois falamos melhor pelo nosso contato pessoal!

**************************


Coisas que pensei, coisas que senti, coisas que eu sei.............

Pois é uma noite dessas (tempo atrás viu), quando cheguei da acadi, minha irmã estava  assistindo o programa a Liga, tema obesidade, assisti apenas alguns pedaços do programa, mas pelo que entendi uma das participantes, (bem gordinha) não queria mudar, se aceitava, e dizia ser feliz com os seus mais de 100kgs.....
Isso é verdade???
Eu sei gente, que ninguém é totalmente feliz, independente de aparência, grana ou qualquer outra coisa, mas falando a real, alguém pode ser feliz, carregando quilos e quilos a mais???
Eu ARIANA OLIVEIRA 1,60 de altura e 101kgs, IMC39,45 que é considerado Obesidade Severa, quase chegando no IMC40 Obesidade Mórbida, 
Como obesa que ainda sou, vos digo:
Não, não dá para ser feliz não!
Isso é a minha opinião! 
Eu não engano a ninguém, e melhor ainda não engano a mim mesma, depois dos 21anos quando comecei a engordar, eu juro não percebi, fui indo para esse caminho doido,de 65kgs para 100kgs....enorme, mas eu não me anulei, não deixei de sair, de arrumar, mas tudo era limitado.....
Eu não sambava mais, quer dizer eu nem ia para samba, só saia para comer!.....Ir para praia com amigos, ou em clubes? Nunca!!.....E as roupas?? sim as roupas, se limitavam a leggins e maioria na cor preta (que eu gosto muito, não por ser gordinha, mas acho uma cor chique no urtimo), fora que quando saia para comer a noite, puts eu já sabia, a mardita hérnia de hiato com o maRdito refluxo iam me perseguir noite a fora, crises horríveis me esperavam, eu comia que nem louca, mas com medo do que me aguardava mais tarde......
Tempos horríveis, era melhor eu nem estar recordando........

Eu bancava a gordinha feliz, sim, sim, sim a comediante da turma, a noiva bem resolvida, a filha desencanada...a irmã bonitona do meio....a tal que se aceita.....
Eu era feliz mesmo, eu sou feliz, mas faltava algo.....
No quarto sozinha, olhava as fotos, da praia de biquini branco, a de vestido dourado no ano novo,abraçada ao meu noivo de vestidinho branco, com meu pai de sainha preta, e em seguida me olhava no espelho e me perguntava:
Por que fiz isso comigo?
Eu pensava o tempo todo:  Eu era linda ( por fora e por dentro, sim porque era feliz, e felicidade torna tudo lindo!) e agora to aqui desse jeito.....desabei inúmeras vezes, sozinha.. e algumas nos ombros de mamãe e noivo.....lamentável!
Por isso procurei ajuda, e acho que todos deveriam fazer isso, dentro de suas condições procurar um meio de se ajudar.
Desculpe os gordos bem resolvidos, as modelos de tamanho grande e minhas amigas blogueiras, mas eu não acredito nessa felicidade externa que expomos ao mundo, eu não acredito nessa alto aceitação de ser tamanho GGGG, eu não acredito que não queiram ser mais magros e mais felizes,( não quero dizer que todo magro é feliz, conheço cada gente linda,saudável e mal amada)Eu não acredito na Felicidade de um obeso com comorbidades, estou falando do ponto de vista de uma pessoa obesa e doente que era, que ainda sou, no fundo eu queria mudar, no fundo sei que todos querem mudar seja pela saúde, seja pela aparência!
Vou dizer quis mudar pela minha saúde sim que estava bem debilitada, mas o que me motivou de verdade foi minha aparência, meu espelho!
Fazem 05meses.....Bendita Capela, estou MUITO MAIS FELIZ!
MUDEI PARA MELHOR!

EU Ainda quero e posso mais, vamos a luta, ainda falta 16!

**************************

Aquela unha de ontem estava o Ó,kkkk prefiro essa, e aproveitando mostro a moleca que comprei super na promoção, amo moleca e amo mais ainda promoção, kkkk



Esse post ficou um tanto grande, amanhã falo das comprinhas, kkkk



BEIJOS DA GORDINHA QUE ERA INFELIZ, kkkkkkkk
Agora Ariana Capelada, kkkkk

21 comentários:

Danielle Queiroz disse...

Ai amiga, mais uma vez seu post me fez viajar... voltei num tempo de completa inaceitação (isso existe? kkk), sofria horrores, porém sozinha. Nunca falava mal ou me dizia infeliz com toda a gordura pra ninguém... comecei extravasar qdo decidi operar, pra convencer mamis e maridão eu pude deixar cair a máscara e mostrar o qto era infeliz... minha mãe jurava q nunca tinha pensado q meu sofrimento era tanto, fui uma atriz digna de óscar kkkk... Por isso assino em baixo de td q vc falou, é impossível ser feliz doente, e obesidade é doença!!!
Bjsssss e ótima semana pra vc!!!

Eu e a solidão disse...

Oi Ari, menina, vale te dizer que até chorei lendo o seu post?? Eu eu sou, em breve era, desse jeito, todo mundo diz que eu tenho tudo pra ser mais do que feliz do jeito que eu sou, mas cá entre nós não é assim que as coisas acontecem. Não me aceito gorda, tenho um autoestima zerada, não adianta os outras dizerem vc é linda, pois o que me machuca é como me vejo e me vejo assim, infeliz.

Hoje estou tendo a oportunidade de fazer diferente, e farei mesmo. E com certeza poderei dizer que sou 100%. Até pq ser gordo na nossa sociedade é sinônimo de palhaço, tem que ser muiiiito legal engraçado e tal e somos pessoas normais, temos altos e baixos como qlqr um.

Mas ver vc feliz agora é realmente muito bom!
Vou escrever um e-mail pra vc!


Beijos

carla disse...

Olá amigaaaaaa, Tchu linda, que bom que vc gostou do livro, fiquei feliz porisso, vc sabe que adorooooooooooooooooo vc né? Muito mesmo.
Mais tchu vamos ao post, eu tbm acho que ninguém consegue ser feliz muito acima do seu proprio peso, não tanto por beleza ou saúde mais por nada ficar bem, ter que se privar de muitas coisas e tal, minha irmão é obesa tbm, tem 1,62 e pesa 95 klos e ela sempre me fala quer me convencer de todo jeito que é feliz, mais só de olhar no semblante dela e nas roupas que usa que vejo´que é o contrário, mais ela não admite de forma alguma, agora mesmo ela esta tomando remédio de tarja preta e emagreceu 4 kilos e deixou escapar que esta feliz, então isso quer dizer que ela não era feliz antes certo? Eu disse pra ela porque ela não fazia essa redução do estomago, e ela me disse que tem muito medo e que esta bem assim, e já corta o assunto, queria muito ver ela tbm feliz como vc hoje, mais ela esconde de mim seus medos e anseios, e quando ela era solteira era um arraso de mulher, depois postarei foto dela, é isso minha linda tchu, prometo mandar mais uma lembrancinha pra vc, quando eu achar algo com sua carinha, mil beijos.

Valquiria disse...

Parabéns pelo presente e por todas as suas vitórias Ariana!beijos
Val sleevada

Hellen Taynan disse...

Nossa qta verdade! Me ví muitas vezes nesse post, deu até vontade de chorar!
Sabe, às vezes fico triste por não poder comer o que quero, por ir a um self-service e botar só 100g no prato diante de tantas delícias... MAs só faz 2 meses q operei, acho q tudo é novo em mim, preciso redescobrir o prazer em outras atividades q não seja comilança... Vou conseguir fazer isso quando conseguir ver em mim que mudei, mas minha cabeça só enxerga os defeitos =/ Haja trabalho pra psicóloga! rs
Bjos

Rachel disse...

Ah, na boa? Concordo com vc plenamente!!! Eu já fui bem mais magra e acho que ser obesa é INSUPORTÁVEL!!! Já penso até em cirurgia!!! Não aguento mais!!! Falo por mim, então não é desrespeito falar assim, só pq tem gente que ama ser obeso. Eu odeio e concordo com vc em tudo!!!

A vida fica mais difícil, as opções de divertimento ficam mais escassas, o pessoal do trabalho gosta de vc pq vc é engraçadinha, mas a promoção nunca vem pq vc não tem o perfil... é um horror!!!

bjssss nota 10 o post!!!

Dani disse...

Sabe amiga..eu prefiro ter sido a gorda feliz, ou até a gordinha que se achava bacana ( eu me achava) do que ter sofrido, ter se lamentado..enfim...
Ninguém é feliz não tendo saúde. Sofrendo dores, tomando 300 medicamentos.
Ahh isso sim, é triste né?
Mas, ainda bem a gente teve essa oportunidade de ouro. Eu sou grata a tanta coisa.
beijão lindona..e...maluquete!

Hanna Marques disse...

ah amiga eu sinceramente sou a falsa gordinha feliz...assim como vc descreveu a engraçada a que faz piadas consigo mesmo a que ri das proprias merdas e que quando entra no quarto pede a Deus forças para mudar e ser melhor, que olha as roupas lindas sonhando com o dia que elas entrariam em vc, eu sofri demais na escola e isso me fez me tornar alguem que eu não reconhecia, alguem que não queria mais respeito dos outros e sim impunha medo para que eles respeitassem andava com os piores elementos do colegio,mas sim eles me aceitava e me amavam, eramos os diferentes e nos uniamos na diferença,mas eu percebia com o tempo que impor medo nào erao que eu queria, na verdade eu queria ser igual e não diferente,e não e hipocrizia nào e a verdade,o que queremos e não sermos ponto de referencia na rua, "logo ali depois da gordinha" e entrar numa loja e ser tratada com respeito pela atendente...e não virar chacdota dela quando virar as costas, e não ter que passar de lado nos lugares ou mesmo não passar,sabe eu espero ansiosa uma vida melhor...e na verdade contudo epor tudo todas nos so queremos ser felizes...mas não de mentira...DE VERDADE
beijos

Cíntia @ disse...

Aiaiai...viajei nos meus dias obesos...sempre me aceitei gordinha tb, até os 85kg, a vida inteira fui, sofri mais superei...mas depois dos 100kg nada mais fazia sentido, me tornei uma pessoa amarga e sem vida, nem eu me suportava, depressão e choro atráz de choro, infeliz e insatisfeita assumida, sempre fui vaidosa e não conseguia mais extravasar isso para as pessoas, sofri que nem cão e resolvi q precisava fazer algo pra mudar, assim como vc...e fiz...HOJE??? feliz a beça, mesmo ainda sendo a gordinha de casa...sonho? usar bermudinhas curtas e biquine...desejo???ser eu mesma, sem precisar me esconder atráz de cintas modeladoras (q uso desde os 11 anos de idade, como roupa de baixo)...ambição??? não ter vergonha de ter sido uma ex-obesa q tomou atitude e se tornou o corpão do pedaço...Adoro quando as pessoas olham pra mim e dizem que estou ficando linda magra (magra? eu penso, falta tanto ainda) mas os olhos do povo é a voz de Deus...??? assim???

Beijãoooooooooooooooooooo Ari, vc é mega especial flor!!

Val disse...

Ariana mais que tudo amiga, não sabia que vc tinha pagado particular a sua cirurgia, olha só quanta coincidencia, nós temos os estomaguinhos mais caros do mundo...hahahahaha
O valor equivale um carro popular zerado!!!hahahaha
Mas como valeu a pena, né amiga!ô deliciaaaaaa!!!
beijos
Val sleevada

carla disse...

Tchu vou te passar meu email novo tabom, é Katheodoro1@hotmail.com, me passa o seu denovo que ele se perdeu por aqui, ah e seu endereço denovo tabom beijos.

Karine Silva disse...

oi ariana sempre te vejo nos blogs de amigas minhas de gastro to te seguindo se der da uma passadinha no meu cantinho tambem vc sera bem vinda!!! fiz minha gastro tem 21 dias e estou super bem entrando hoje na minha dieta solida bjim linda e a proposito vc é linda!!! xau...

samysam disse...

Amiga eu tb vi essa reportagem e tb não acreditei muito nela não. Ainda mais quando ela falou que ser gordinha não atrapalhava ela de fazer "NADA"!!! Quero ver ela calçando e amarrando um tênis por exemplo. Ou subir dois andares sem querer colocar os bofes pra fora...Nunca fui feliz por ser obesa. Sempre fui engraçada e meus amigos sempre me amaram do jeito que sou. Mas era o maior saco andar com minhas amigas gatas e não levar cantada, nem nada(desabafo). Dançava pra caramba, mas com o risco de infartar a qq momento. E nunca tinha vontade sair pq pra achar roupas pra mim era uma dificuldade extrema. Então nem sei se tive auto estima alguma vez.
Mudando de assunto, eu tô lendo um livro que por acaso vc foi a primeira pessoa que lembrei quando comecei a ler. Vou ver se, quando eu receber meu fgts eu consigo comprar alguns pra mandar pra vcs. Bjus e gorda é teu PASSADO!!! hehehe

Srta Ruh Pink ♥ disse...

Olá conterrâneaaa! Vc disse q sua irmã tem um namorado aki pelas bandas do PI?? Nossa ela arrumou um longe hein! rsrsr!
Bem sei como eh ruim namorar a distância... To vivendo esse drama tbm! =/
Sim amiga falando so seu post, me identifiquei bastante com ele... Sou exatamente essa gordinha q vc descreveu... Mostro aos outros q me aceito mas tudo eh fachada... Tenho namorado, isso faz muita gnt axar q somos bem resolvidas, bem amadas! Enfim eu sou exatamente assim... Realmente tbm axo q não dá pra ser feliz qdo não se está bem de saúde, qdo não se pode fazer tudo o q se quer... Qdo nossas saídas ficam limitadas a comilanças, mesmo sabendo o estrago q vêm depois né... Ver fotos antigas e sentir saudade do tempo em q éramos magras... Enfim tudo a ver isso q vc falou!
AMiga mudanod de assunto to morta de ansiosa aki! Minha cirurgia eh sexta-feira! =))
Bjãoo

Dani e Ted disse...

Oi, Arizinha!!
Também não acho que há felicidade junto com obesidade não. Também não acho que todo obeso é deprimido. Tem uma estigmatização da obesidade que liga diretamente à depressão que não concordo muito. Tem um aspecto da depressão que leva à obesidade, mas não dá pra generalizar.

Mas, vejamos, é muito mais fácil falar em felicidade cruzando as pernas sem formigar depois de 5 minutos...
É muito mais fácil falar em felicidade com um jeans que não vai ejetar o botão a qualquer momento na velocidade da luz...
É difícil fazer essa avaliação antes de emagrecer, porque a gente teria que destruir a auto-estima (ainda mais do que já está), né?!
Muito bom seu post, deu pra pensar bastante, deu pra lembrar de tudo e deu pra chorar também.
Bjo

Srta Ruh Pink ♥ disse...

Amiga esqueci de dizer, daki a 3 dias serei Srta Ruh Pink Sleevada! =)
Mega ultra feliz e ansiosaaa!

Eliana disse...

Amiga eu vi esse programa da LIGA... comentei a mesma coisa sobre essa menina da reportagem, DUVIDO que ela seja feliz como é !

Aff, pq não assumir a infelicidade que é ser gorda ? Não conheço nenhum gordo feliz !

Sobre o comentário, quando quiser as peças bordadas pro seu ap novo é só gritar rsssss.

Bjo querida !

Thássia S. disse...

iSSO aí amiga!!! Concordo em genero numero e grau com vc!!! Realmente mts gordinhos dizem se aceitar! Pra mim eh mentira, sei nao viu!?!? Acho q fingem por ser mais facil se mostrar estar bem apesar do peso e quem nao sabe ateh acredita, mas ca pra nós, qnd estamos sozinhos sabemos como é...

Debora disse...

Não tem nem palavras pras fotos de antes e depois...rs
Linda unha e lindo sapato... Não vejo a hr de caber num desses..rsrsrs
Bjinhos.

Nina disse...

Oie!
Sabe Ari que eu tb acredito que o excesso de peso incomoda todo mundo, mas de fato, as pessoas enfrentam de maneira diferente...
Eu parecia bem feliz, muitas vezes fingia mesmo, mas foi uma forma de seguir e não enlouquecer todo mundo, até pq achava injusto reclamar e não fazer nada para mudar.
Tive depressão e sei o outro lado da história, por isso valorizo tanto estar bem.
Muito pertinente teu post.
bjão

Elisangela disse...

Eu sempre fui vista como a gordinha linda e bem resolvida..e claro que eu era feliz...mas faltava isso, esses tais direitos...direito de biquini, de shortinho...gente, eu nunca tive short...enfim....agora, dia 04/05 começarei com a realização de um sonho...e poderei continuar sendo a linda e feliz, mas magra...rss....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...